apresentação do curso elaboração de projetos

Loading...

Pesquisar neste blog

Carregando...

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Proposta de projeto, cursistas: Lucy, Josselia, Maria aparecida, Maria Helena e Janice

ROTEIRO PROPOSTA DO PROJETO

1. Identificação
Nome do cursista
Lucy Aparecida Gutiérrez de Alcântara, Jossélia de Matos, Maria Aparecida Moreira Matias, Maria Helena Ferrari e Janice Danieline Alves Bezerra Soares.
Nome da Escola: I.E.E. Wilson Camargo Local: Vilhena - RO
Série: 9ºs Anos “A” e “B” Número de alunos: 42
Professores envolvidos: Lucy Aparecida Gutiérrez de Alcântara, Jossélia de Matos, Maria Aparecida Moreira Matias, Maria Helena Ferrari e Janice Danieline Alves Bezerra Soares.

2. Problemática a ser estudada / Definição do Tema
O Teorema de Pitágoras

3. Justificativa
Dificuldade dos educandos em como relacionar a teoria à aplicação do Teorema de Pitágoras no seu cotidiano.

4. Objetivo (s)
· Construir conhecimentos significativos entre a teoria e a prática do Teorema de Pitágoras na disciplina de Matemática.
· Aumentar o índice de satisfação quanto à metodologia diferenciada, e a aplicabilidade do Teorema de Pitágoras.

5. Conteúdos
Matemática:
· Resgate histórico de Pitágoras.
· Demonstração do Teorema de Pitágoras.
· Aplicação do Teorema de Pitágoras.

6. Disciplinas envolvidas
Matemática e Língua Portuguesa

7. Metodologia / Procedimentos / Cronograma
O projeto será desenvolvido em três etapas , sendo a primeira um resgate histórico sobre Pitágoras, na qual a coleta de dados e informações será feita através de pesquisa nos sites da Internet ligados à História da Matemática e apresentados em slides criados no power point. Na segunda etapa os alunos farão a construção e a demonstração em material concreto para provar o teorema, momento em que faremos um vídeo, para posterior exibição no blog da escola. Nessas duas primeiras etapas as atividades serão desenvolvidas em grupos. Na terceira etapa, no LIE, orientados pelo professor, visitarão alguns blogs direcionados a Matemática com aplicações no cotidiano do Teorema de Pitágoras para poderem elaborar, individualmente, situações-problema com aplicabilidade do teorema. Em todas as etapas que envolvam a escrita , o professor de Língua Portuguesa revisará e orientará as produções.

8. Recursos a serem utilizados (tecnológicos ou não)
· Laboratório de Informática (computador e data-show);
· Filmadora e câmara fotográfica digital;
· Internet
· Enciclopédias
· Dependências da escola
· Transferidor, régua, isopor, E.V.A, cola e vidro.

Elaboração das aplicações

Conclusão

10. Avaliação e Resultados esperados
A avaliação será feita através de debate entre os grupos, no qual os mesmos trocarão experiências e se auto-avaliarão, através de uma ficha a ser preenchida com os critérios definidos em conjunto com os alunos.

11. Divulgação / Socialização do Projeto realizado
· Seminário digital
· Apresentação das demonstrações
· Blog da escola
· Jornal escola

12. Referências Bibliográficas
http://projetoinfo.blogspot.com
http://www.dm.ufscar.br
http://www.expoente.com.br
http://www.teoremadepitagoras.com.br
http://www.microsoft.com/brasil/educacional
http://www.emack.com.br/sao/info/projetos/proj_sao.php
http://www.soniapetitto.com/
GIOVANNI, José Ruy. A Conquista da Matemática: a+nova. São Paulo: FTD, 2002
BOYER,Carl B.História da Matemática , Edgard Blucher,São Paulo,1974

proposta de projeto cursistas: Adriana, Angela, Fatima, Josefa, Maria do Rosario e Nelma

ROTEIRO PROPOSTA DO PROJETO

1. Identificação
Nome do cursista

Adriana Maria Galvani
Ângela Maria de Cássia
Fátima Hassan Abdalla
Josefa Passos Alves
Maria do Rosário Tavares Lima
Nelma dos Santos



Nome da Escola: I. E. E Wilson Camargo
Vilhena - RO
Série: 1º ao 5º Ano Número de alunos: 310
Professores envolvidos: Todos os professores do 1º ao 5º Ano

2. Problemática a ser estudada / Definição do Tema
Copa 2010


3. Justificativa
A Copa é um acontecimento mundial que une todas as nações , com o mesmo ideal de competir ,torcer e compartilhar culturas ,diversidades superando qualquer diferenças existente entre os povos.
O futebol é uma das maiores paixões do povo brasileiro, devido a isso a escola deve aproveitar para trabalhar a pluralidade cultural ,meio ambiente ,saúde ,trabalho e economia
Aprofundando mais o conhecimento sobre a África do Sul , um país tão importante na colonização do Brasil.

4. Objetivo (s)

Conhecer ,valorizar e divulgar as diversas culturas;
Identificar as danças, músicas;
Respeitar e conhecer o trabalho coletivo;
Identificar cada país e os dias que jogam;
Conhecer as histórias da Copa

5. Conteúdos
Textos de vários gêneros,, interpretação das diferentes realidades tabela, gráfico, mapas bandeiras, raízes e transformações, meio ambiente e saúde.

6. Disciplinas envolvidas
Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, Geografia, História e Artes.

7. Metodologia / Procedimentos / Cronograma
Leitura e interpretação de textos ;
Músicas;
Laboratório de Informática;(pesquisas, slide, jogos) .
Confecção de cartazes;
Utilização da Rádio Escola;
Jornal impresso da escola;
Pesquisas bibliográficas
Atividades impressas.

8. Recursos a serem utilizados (tecnológicos ou não)

Laboratório de Informática; (computadores com internet)
TV;
Papel e cartolina;
Jornais ;
Revistas.

9. Registro do processo

10. Avaliação e Resultados esperados
Que os alunos adquiram conhecimentos básicos sobre os assuntos trabalhados .

11. Divulgação / Socialização do Projeto realizado
No Blog da escola ,painéis, exposições dos trabalhos realizados durante o projeto.

12. Referências Bibliográfica.
www.yotube.com;
bancodeatividades.blogspot.com/.../projeto-copa-do-mundo.html

PROPOSTA DE PROJETO CURSISTAS: Grassa, Josefa, Neuza, Sandra, Veruza e Alba

Escola Wilson Camargo
ROTEIRO PROPOSTA DO PROJETO

1. Identificação
Nome do cursista
( Grupo Recontando um conto)
Grassa Araújo , Josefa Matos, Neuza Bruneto, Maria Sandra de Matos, Veruza Lopes, Alba Valéria
Nome da Escola: IEE Wilson Camargo Local (cidade/estado) Vilhena
Série: 6º A, B e C anos Número de alunos: 78 alunos
Professores envolvidos:
Grassa Araújo , Josefa Matos, Neuza Bruneto, Maria Sandra de Matos, Veruza Lopes, Alba Valéria

2. Problemática a ser estudada / Definição do Tema
Alunos com deficiência de interpretação, reescrita de texto e reconhecimento de gêneros textuais.

3. Justificativa
Recontar histórias possibilita aprender a respeito do funcionamento da linguagem escrita. Recontar não é mera reprodução é recriação, pois ainda que o leitor/escritor tenha compromisso de preservar o enredo, imprime à história seu próprio estilo. A proposta a seguir permite que os estudantes ampliem seu repertório de contos de uma lúdica aliada a tecnologia além de aprenderem a ajustarem a linguagem a suas intenções comunicativas, isto é, aos efeitos que esperam provocarem seus leitores.
Ao enfocarmos a produção de histórias em quadrinhos como técnicas de composição, criação artística, leitura e redação, intencionamos oferecer aos alunos a maior exemplificação possível de procedimentos de autores em seus processos de criação e evidenciamos, com isso, que não há um modelo, uma forma, uma estrutura ideal, sendo a leitura, a criatividade e o escrever bem resultados de uma prática construída.

4. Objetivo (s)
Leitura e interpretação ;
Comparar Linguagens;
Ampliar o repertório de contos;
Produzir e revisar textos;
Proporcionar aos alunos a ampliação do conceito Comunicação;
Proporcionar aos alunos espaços para o exercício das expressões oral e escrita para o aperfeiçoamento da fluência da leitura e da produção textual, vivenciada por meio de técnicas variadas.

5. Conteúdos
Leitura, Produção de texto, elaboração de história em quadrinhos;

6. Disciplinas envolvidas
Língua Portuguesa, Ciências, Temas transversais, arte

7. Metodologia / Procedimentos / Cronograma
1ª etapa:
Fazer levantamento de contos disponíveis no acervo da sala de leitura e biblioteca;
Leitura do conto escolhido;
Conversar com os alunos sobre o conto e suas característica;
Explicar sobre como transcrever o texto para o discurso direto;

2ª etapa;

Após essa primeira etapa, cada grupo deve elaborar o roteiro da história em quadrinho baseada no conto.
Fazer a transcrição do conto para o discurso direto;
Revisar os roteiros feitos pelos alunos;

3ª etapa:
Assistir a vídeo aula com instruções do HQ;
Iniciar a transcrição do roteiro para o HQ;
Orientar os alunos para a elaboração de textos (fala) usando o discurso direto;
Revisar as histórias feitas pelos alunos.

4ª etapa
Publicar os melhores textos dos alunos no blog da escola;
Selecionar o melhor HQ para ser publicado no jornal da escola;

8. Recursos a serem utilizados (tecnológicos ou não)
Material impresso: livros de contos , computadores com acesso à internet e software: Hagáquê (

9. Registro do processo
Será feito no decorrer do projeto

10. Avaliação e Resultados esperados
Avaliação
Ao longo das aulas, o aluno será avaliado conforme sua dedicação e participação na proposta de criação de reescrita do conto utilizando a história em quadrinho. O importante é que ele consiga cumprir cada etapa: a reprodução do enredo; do roteiro; fazer as revisões e ajustes necessários.
A avaliação final consistirá na produção da última versão da história em quadrinho e na socialização em sala. Se o aluno conseguiu reproduzir o conto, ele compreendeu o gênero, sua constituição e funcionamento.

11. Divulgação / Socialização do Projeto realizado
Socialização em sala, divulgação no Blog:www.educandodigital.blogspot.com,, no Jornal Atos e Fatos.

12. Referências Bibliográficas
Revista Leituras
www.educandodigital.blogspot.com
www.google.com

PROPOSTA DE PROJETO, CURSISTAS: NELCI E IRACEMA

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO
“ÁLVARES DE AZEVEDO”
A VISÃO MATEMÁTICA ATRAVÉS DOS JOGOS E SUAS TECNOLOGIAS
VILHENA-RO
2010

1- IDENTIFICAÇÃO
Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio “Álvares de Azevedo”
Vilhena-RO, Av. Liberdade, 3950 – Centro
CEP: 76.980-000
Fone: (069) 3322-8865
E-mail: alvaresvha@hotmail.com
Coordenadora: Maria Iracema Cardoso Bueno
Nelci Aparecida de Campos Vieira
1.2 Das áreas de Conhecimento, Componentes Curriculares, Conteúdos e Atividades.
Matemática e Suas Tecnologias
Matemática
- Números Inteiros e racionais;
- Regra de três;
- Porcentagem;
- Probabilidade;
- Equações do 1º e 2º grau
- Gráficos;
- Tabelas;
- Jogos educativos.

2 - JUSTIFICATIVA

O objetivo deste projeto é resgatar a aprendizagem e a auto-estima dos educandos com baixo desempenho na disciplina de Matemática.
Nota-se que para trabalhar na formação do individuo de forma eficaz é necessário mudanças constantes no processo ensino aprendizagem, que possa permitir ao educando explorar diferentes caminhos rumo ao conhecimento. Percebe-se também que esses caminhos devem estar integrando a uma prática interdisciplinar de modo a oferecer meios para que os educandos possam fazer uso do conhecimento adquirido ao longo do processo ensino-aprendizagem.
A escola visa uma educação que se aprimore ano a ano, pautando-se na busca por uma educação qualitativa e não quantitativa. Sendo assim, temos como objetivo além da qualidade de ensino elevar também o índice de Desenvolvimento da Educação Básica. Portanto vale ressaltar que a Escola proporcionará meios e recursos inovadores,
tanto da parte humana quanto da parte tecnológica.
Os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN’s) abordam que a Matemática está presente na vida de todas as pessoas em diversas situações do dia-a-dia e estabelece ser fundamental que o educando envolva-se, participe e questione. Desta forma, através de jogos confeccionados pelos alunos e com o auxílio das professoras, pretende-se priorizar a construção do conhecimento pelo fazer e pensar do aluno, o papel do docente não será apenas mediador, mas sim facilitador da aprendizagem.

3 - Objetivos
3.1- OBJETIVO GERAL

Contribuir para que os educandos das séries envolvidas descubram novos caminhos na aplicação de conceitos adquiridos na resolução de problemas, onde possa desenvolver a capacidade de classificar, relacionar, representar, analisar, conceituar e interpretar, estabelecendo conexões entre temas matemáticos de diferentes campos e com os conhecimentos de outros componentes curriculares

3.1- OBJETIVOS ESPECÍFICOS

· Construir um saber sistematizado cuja atuação deve estar pautada nos princípios de investigação, mediação e intervenção para contribuir significativamente no processo evolutivo dos educando envolvidos no projeto “A Visão Matemática Através de Jogos Suas Tecnologias”.
· Questionar a realidade do educando formulando-se problemas e tratando de resolvê-los, utilizando para isso o pensamento lógico através das diferentes fontes de informação e recursos tecnológicos para construir um conhecimento sólido.

4 - METAS
Garantir a concretização da aprendizagem, bem como do raciocínio lógico, criatividade, explorando os jogos, regras de raciocínio, recursos multimídias e outros procedimentos didáticos e metodológicos para sua formação intelectual, buscando assim, a construção do conhecimento entre os meses de maio a novembro elevando dessa forma o desempenho do nível de aprendizagem em Matemática.

5 - METODOLOGIA
As atividades diferenciadas acontecerão no horário normal de aulas, onde serão desenvolvidas atividades de forma individual, em grupos, ocupando os espaços do laboratório de informática, sala de leitura, no Pátio da Escola e na própria sala de aula.
Para que o projeto obtenha êxito, se faz necessário, seguir estratégias metodológicas interdisciplinares como mostra a seguir:
As turmas do ensino fundamental, 6º D, 7º A e 9º A, B, C, D, E, serão divididos em grupos para confeccionar jogos pesquisados por eles e também alguns jogos propostos pelas professoras Iracema e Nelci, esses jogos envolverão conteúdos trabalhados no ano letivo de 2010 e conteúdos de séries anteriores.
Os alunos dos primeiros e dos terceiros anos serão convidados a participar do projeto, buscando meios de desenvolver atividades que envolvam conteúdos básicos do ensino fundamental através de jogos educativos. Os alunos do ensino médio que produzirem jogos significativos serão convidados a desenvolver essas atividades no ensino fundamental. Como os alunos do ensino médio sempre têm dificuldades em conteúdos básicos, ao mesmo tempo em que contribuirão com o ensino fundamental
Estarão melhorando a aprendizagem.

6 - AVALIAÇÃO

A avaliação será feita de forma contínua, onde será levado em conta o desenvolvimento de cada educando, o domínio e ampliação dos conhecimentos trabalhados no processo, os registros realizados, a iniciativa, a criatividade, o espírito de colaboração e solidariedade.

Sugestao para a atividade 2.5 do eixo 2

Cursista:
Para responder a atividade 2.5 , clique nesse link abaixo e ouça a Podcast com Léa Fagundes “cultura digital e currículo” e faça uma reflexão colocando a seguinte questão: Você educador, está pronto para a cultura digital?

http://webcurriculo.wordpress.com/2008/08/09/podcast-com-lea-fagundes/




quinta-feira, 6 de maio de 2010

Algumas contribuições no forum 3, atividade 1.4

FÓRUM 3. Projeto e suas caracteristicas
Assunto:
- Nesta atividade, o professor-cursista é convidado a refletir e debater suas idéias com os colegas no Fórum "Projeto e suas características". Para orientar a discussão são apresentadas duas questões: - Todo projeto é interdisciplinar? - É possível desenvolver um projeto focado em um tema de uma determinada área do conhecimento?


Andrea Miranda Lopes
Enviada em Apr 19 2010 07:52:34:000PM
Cursista: Andrea M. Lopes
Atividade 1.4 – Projeto e suas características
Eixo 1 – Projetos
Turma: NTE-VHA-MARIZA-EP
Formadora: Mariza Mezabarba Vieira Fidelis
PROJETO E SUAS CARACTERÍSTICAS
INTERDISCIPLINARIDADE - INTEGRAÇÃO DOS CONTEÚDOS.
Eu acredito que todo projeto é interdisciplinar, mesmo que no projeto não fale de atividades interdisciplinares, mesmo não querendo que seja, será, porque os temas e ou conteúdos de uma certa forma, às vezes pequena abrangem outra área do conhecimento. Por exemplo, um projeto de matemática que abrange as quatro operações, necessitará de língua portuguesa para interpretação e para escrita dos enunciados, etc.
Os projetos em sua maioria abordam temas amplos abrangendo várias áreas do conhecimento, mas com um foco a ser atingido. Uma das disciplinas é abordada com maior ênfase, e as outras entram como parceiras para o sucesso do projeto. Por isso acredito que mesmo não querendo a adesão de outras áreas no projeto, isso irá acontecer, por pequena que seja.

“Trabalhar transversalmente é permitir que o aluno aprenda conteúdos disciplinares na resolução de problemas de formas contextualizada”.

Elymarcia da Silva Pacheco
Enviada em Apr 20 2010 10:01:41:000PM
Acredito que não tem como um projeto não ser interdisciplinar, pois as atividades por si só torna-se interdisciplinares, porque os temas e ou conteúdos de uma certa maneira se repetem e são trabalhadas em nosso cotidiano.Temos como exemplo um assunto com “Dengue”, onde trabalhamos em todos as disciplinas com uma certa naturalidade assim como qualquer outro tema transversal, temas amplos abrangendo várias áreas do conhecimento.
Acho que é possível desenvolver um projeto focado em um tema de uma determinada área do conhecimento, e que as demais áreas possam contribuir de várias maneiras a enriquecer o projeto desenvolvido.


Nelci A Campos
Enviada em Apr 21 2010 06:03:57:000PM
Nelci Vieira – Ativ 1.4 Projeto e suas características
No projeto interdisciplinar não se ensina e nem se aprende: vive-se, exerce-se. Ao participar de um projeto, o aluno está envolvido em uma experiência educativa em que o processo de construção de conhecimento está integrado às práticas vividas. Esse aluno deixa de ser, apenas um aprendiz do conteúdo de uma área de conhecimento qualquer. O envolvimento dos alunos é uma característica-chave do trabalho de projetos.
O desenvolvimento de projetos, com o objetivo de resolver questões relevantes para o grupo, vai gerar necessidade de aprendizagem; e, nesse processo, os alunos irão se defrontar com os conteúdos das diversas disciplinas.
Não se pode separar, por exemplo, o processo de aprendizagem dos conteúdos disciplinares do processo de participação dos alunos, nem desvincular as disciplinas da realidade atual. Os conteúdos disciplinares não surgem do acaso.
É de suma importância levar em conta no momento da avaliação de um projeto didático, as aprendizagens realizadas pelos alunos durante a realização desse. Um projeto é definido como satisfatório com base nas aprendizagens que proporciona aos seus alunos, não pela qualidade pontual de seu produto final.
Fonte de pesquisa:
http://www.educador.brasilescola.com/orientacoes/promovendo-interdisciplinaridade-na-escola.htm

Rosilene de F. da Silva
Enviada em Apr 22 2010 08:47:26:000AM
Cursista: Rosilene de F, da Silva
Atv. 1.4
O projeto contempla um tema prático escolhido para trabalho em grupo, a ser abordado com amplitude e profundidade de maneira a evidenciar as relações entre diferentes aspectos, os vários pontos de vista, a correspondência e complementação das explicações e solução de problemas para dar cumprimento aos objetivos traçados.
Trabalhar com projetos interdisciplinares é positivo tanto para o aluno quanto para o professor. Ganha o professor, que se sente mais realizado com o envolvimento dos alunos e com os resultados obtidos; ganha o aluno, que aprende mais do que aprenderia na situação de simples receptor de informações. Assim a informação passa a ser tratada de forma construtiva e proveitosa e o estudante desenvolve a capacidade de selecionar, organizar, priorizar, analisar, sintetizar.

Josefa Passos Alves
Enviada em Apr 26 2010 10:15:41:000PM
Projeto e suas caracteristicas.
O trabalho com projetos favorecem à interdisciplinaridade, pois conforme seu desenvolvimento para se chegar à solução da situação problema, sejam necessários conhecimentos de outras disciplinas, o que ao meu ver, essa articulação entre as disciplinas facilitará o processo de aprendizagem.É lógico que o professor necessita, que em determinado momento, dar uma contribuição ao aluno voltando-se apenas à sua disciplina, falar de um conhecimento específico dessa disciplina, pois ele tem uma seleção de conteúdos para cumprir em um ano letivo. Como Elizabeth comenta: "Se fizermos do projeto uma camisa-de-força para todas as atividades escolares, estaremos mais uma vez engessando a prática pedagógica". Frente a isso, penso ser essencial o envolvimento prévio dos professores dessas disciplinas no projeto, ou seja, esses professores e todas as outras pessoas envolvidas devem participar desde a montagem desse

Neuza Bruneto Scortegagna
Enviada em Apr 26 2010 10:32:32:000PM
Projetos e suas características
“Projeto é uma organização de pessoas dedicadas visando atingir um propósito e objetivo específico. No mínimo todos os projetos necessitam terem seus objetivos bem definidos e recursos suficientes para poderem desenvolver as tarefas requeridas”.Segundo MARIA ELIZABETH BIANCONCINI DE ALMEIDA, é importante considerar três aspectos fundamentais para a prática pedagógica com projetos, com o uso de tecnologias.Um deles se refere à explicitação daquilo que se deseja atingir com o projeto e às ações que se pretende realizar – o registro de intenções, processos em realização e produções. Outro aspecto diz respeito à integração das tecnologias e mídias, explorando suas características constitutivas, de modo a incorporá-las ao desenvolvimento de ações para agregar efetivos avanços. O terceiro aspecto trata dos conceitos relacionados com distintas áreas de conhecimento, que são mobilizados no projeto para produzir novos conhecimentos relacionados com a problemática em estudo. Este texto pretende explorar esses três aspectos, explicitando a importância da formação do professor para que ele tenha condições de desenvolver práticas pedagógicas com projetos que favoreçam a recontextualização do conhecimento na escola e na vida do aluno, a produção colaborativa de representações que engajam os alunos como aprendizes, construtores de significados. Para enfatizar essas idéias são comentados alguns exemplos de práticas de sala de aula em que tecnologias foram articuladas a projetos para propiciar aos alunos a aprendizagem significativa, por meio do desenvolvimento de produções com o uso de diferentes mídias. Projetos interdisciplinares Os projetos interdisciplinares nas escolas partem de um tema central, onde são estudados sob a ótica de diferentes disciplinas. Eles contemplam um tema prático escolhido para trabalho em grupo, a ser abordado com amplitude e profundidade de maneira a evidenciar as relações entre diferentes aspectos, os vários pontos de vista, a correspondência e complementação das explicações e solução de problemas para dar cumprimento aos objetivos traçados.

Joseli Pagani
Enviada em Apr 28 2010 09:25:25:000PM
Cursista: Joseli Pagani
Atividade 1.4 – Projeto e suas características
Eixo 1 – Projetos
Turma: NTE-VHA-MARIZA-EP
Formadora: Mariza Mezabarba Vieira Fidelis
Projeto e suas características
Os projetos pedagógicos podem ser voltados para um determinado tema com foco maior numa determinada área do conhecimento, podendo ser preservado os interesses de cada disciplina, mas acho de importante que ele seja interdisciplinar. A interdisciplinaridade nos leva para a construção de uma escola participativa com o objetivo de formar cidadãos conscientes e autônomos que desenvolva habilidade e competências para agir numa sociedade globalizada, a interdisciplinaridade é um trabalho coletivo e solidário. Um projeto interdisciplinar busca a comunicação entre as diversas áreas do conhecimento com o objetivo comum “tenha sentido para o aluno”.

Maria Sandra de Matos
Enviada em Apr 30 2010 10:24:52:000AM
Maria Elizabeth Bianconcini de Almeida, diz que projeto é uma construção própria do ser humano, que se concretiza a partir de uma intencionalidade representada por um conjunto de ações que ele prever como necessárias para executar, a fim de transformar uma situação problemática em uma situação desejada. A realização das atividades produz um movimento no sentido de buscar atingir, no futuro, uma nova situação que responda às suas indagações ou avance no sentido de melhor compreendê-las. Nesse processo de realização das atividades, acontecem imprevistos e mudanças se fazem necessárias, evidenciando que o projeto traz em seu bojo as idéias de previsão de futuro, abertura para mudanças, autonomia na tomada de decisões e flexibilidade. Características:As principais características dos projetos são que eles são (1) temporários, possuindo um início e um fim definidos, (2) planejados, executado e controlado, (3) entregam produtos, serviços ou resultados exclusivos, (4) desenvolvidos em etapas e continuam por incremento com uma elaboração progressiva, (5) realizados por pessoas e (6) com recursos limitados
Um projeto é um modelo do que pretendemos fazer, é preciso planejar para depois colocar em prática. Através da entrevista com a Professora Maria Elizabeth, pude perceber que para se trabalhar com projetos o professor precisa fazer primeiramente o aluno se interessar pelo assunto, abordar temas de interesse dos mesmos. Um projeto quando aplicado em sala de aula pode despertar o interesse do aluno, fazendo que ele busque informações e complementações em outras disciplinas, além de compartilhar algo que abrange o projeto no seu dia a dia.

Gisele Nogueira Peralta Corso
Enviada em May 1 2010 03:33:23:000PM
Acredito que todo projeto é interdisciplinar porque sempre acaba envolvendo as demais disciplinas, em uma pesquisa de Geografia, por exemplo, o aluno tem que escrever e acaba auxiliando na disciplina de Língua Portuguesa, assim por diante.
É possível desenvolver um projeto focado em um tema de uma determinada área do conhecimento, como sempre acaba acontecendo nas escolas, mas que acaba envolvendo toda a escola e as vezes a comunidade.
O desenvolvimento de projetos cria ambientes de aprendizagem onde o aluno torna-se mais independente para buscar e articular seus conhecimentos.
A escola deve propiciar ao aluno desenvolver e reconhecer a sua autonomia no processo de ensino, expressando sua autonomia naquilo que se aprende fazendo, estabelecendo novas relações, vivenciando conflitos e buscando a sistematização de conceitos.
Ensinar é organizar situações de aprendizagem, favorecer o levantamento e a identificação de temas ou problemas de investigação, discutir sua importância, possibilitar a articulação entre diferentes pontos de vista, reconhecer distintos caminhos a seguir na busca de sua compreensão ou solução, negociar redefinições, incentivar a busca de distintas fontes de informações ou fornecer informações relevantes, favorecer a elaboração de conteúdos e a formalização de conceitos que propiciem a aprendizagem significativa.
Nesta perspectiva, o desenvolvimento de projetos nas escolas vem ao encontro das novas mudanças ocorridas na educação, onde o professor não é o detentor do conhecimento, mas o articulador e sistematizador das ideias.

Angela Maria de Cassia
Enviada em May 2 2010 05:18:01:000PM
Projeto e suas características
O trabalho com projeto caracteriza se por um a situação de aprendizagem abrangente, que potencializa a interdisciplinaridade e a transversalidade, por isso acho que trabalhar projeto, não envolve apenas um tema individualmente.
Portando quando o aluno irá pesquisar e estudar sobre o tema envolvido pelo projeto ele precisa estabelecer relações significativas entre outras áreas do conhecimento.
Neste caso a interdisciplinaridade é a integração aos componentes curriculares na construção do conhecimento de forma global.
E a transversidade caminha junto e pode realizar e potencializar situações que valorizam as relações humanas e sociais mais urgentes.
Trabalhar transversalmente é permitir que o aluno aprenda a resolver situações problemáticas no meio social.
A partir dessa nova concepção de se trabalhar com projeto vem a pergunta em questão se todos são interdisciplinar?
Se o professor está se aperfeiçoando e refletindo sobre a nova tecnologia, não tem como trabalhar projeto de forma sistemática, portanto com as novas práticas a partir da elaboração do projeto já começa surgir um leque de idéias para serem desenvolvidas na execução do mesmo. Com isso o objetivo a ser alcançado é o de se incluir as várias disciplinas trabalhadas em sala de aula.
Como sabemos todo projeto é construído a partir de uma idéia para suprir as necessidades dos nossos alunos no desenvolvimento de sua aprendizagem.
A questão é, será possível desenvolver um projeto focando um único tema ?
Acho que não o que podemos fazer é desenvolver a capacidade da criança em relação ao problema que ela tem em relação a sua aprendizagem.
O que podemos perceber é que se o projeto for sobre desenvolvimento de leitura e escrita a o foco das atividades podem ser relacionadas a esses temas.

Maria Ircema Cardoso Bueno
Enviada em May 2 2010 06:34:26:000PM
Atividade 1.4
PROJETO E SUAS CARACTERÍSTICAS
A metodologia de projetos potencializa a integração de diferentes áreas do conhecimento favorecendo a interdisciplinaridade. O trabalho com projetos permite romper com as fronteiras disciplinares, favorecendo o estabelecimento de elos entre as diferentes áreas do conhecimento numa situação contextualizada de aprendizagem.
O conhecimento integrado – interdisciplinar permite estabelecer relações significativas entre conhecimentos. Ambos se realimentam e um não existe sem o outro. Na interdisciplinaridade há cooperação e diálogo entre os conhecimentos disciplinares.
Acredito que todo projeto é interdisciplinar, porém para que um projeto aconteça com qualidade é preciso que todos os educadores estejam engajados na elaboração e na execução, preparando atividades significativas que contemplam os conteúdos curriculares.

Darlene Mary Campos
Enviada em May 2 2010 07:57:01:000PM
Projeto e suas características O projeto é algo que desejamos atingir, e para isso, ele deve ser flexível, e pode ser reformulado de acordo com as necessidades e interesses dos envolvidos, mesmo que o projeto se inicie com uma única área de conhecimento, no decorrer de seu desenvolvimento outras áreas de conhecimento podem ser inseridas. A utilização do computador privilegia a construção do conhecimento, a comunicação e a inter-relação entre as disciplinas, ampliando o interesse e o aprendizado dos alunos.

Rosimery P de Oliveira
Enviada em May 3 2010 08:02:25:000PM
A didática de projetos certamente fortalece esse espírito de construção do conhecimento significativo. Essa postura retoma os conceitos estudados por Paulo Freire que buscava fundamentar o processo de ensinoaprendizagem em ambiente interativos.
Refletir sobre como e o que se ensina, significa estar predisposto a romper com obstáculos e uma seqüência linear de conteúdos, determina estar aberto e disponível às discussões, aprendizagens de colegas e alunos, na construção de um conhecimento cooperativo e trans/inter/multidisciplinar. Não há como fragmentar o conhecimento, ou seja, limitar uma proposta de trabalho com projeto a uma só disciplina é inconcebível, pois esta prática instiga a integração das mídias e diferentes áreas do conhecimento; a relação entre conhecimento, ressignificação de conceitos e estratégias de trabalho; a postura diferenciada do professor o que conseqüentemente transforma informação em conhecimento a partir de objetivos didáticos definidos e aprendizagem em rede humana/tecnológica e disciplinar, trabalho colaborativo

Devanir Adão Muniz
Enviada em May 3 2010 09:39:28:000PM
O momento que estamos vivendo requer uma nova forma de pensar e agir para lidar com a rapidez e a abrangência de informações e com o dinamismo do conhecimento. Evidencia-se uma nova organização de tempo e espaço e uma grande diversidade de situações que exigem um posicionamento crítico e reflexivo do indivíduo para fazer suas escolhas e definir suas prioridades, na escola não é diferente, está ocorrendo à demanda do desenvolvimento de estratégias criativas e de novas aprendizagens que venha a desenvolver competências e habilidades, as quais se desenvolvem por meio de ações e de vários níveis de reflexão que congregam conceitos e estratégias, incluindo dinâmicas de trabalho que privilegiam a resolução de problemas emergentes no contexto ou o desenvolvimento de projetos.
“O projeto evidencia-se uma atividade que rompe com as barreiras disciplinares, torna permeável as suas fronteiras e caminha em direção a uma postura interdisciplinar para compreender e transformar a realidade em prol da melhoria da qualidade de vida pessoal, grupal e global” (Almeida, 1999, p. 2).
Não tem como falar de projetos sem pensar na interdisciplinaridade, o projeto abrange diversas áreas curriculares e as tecnologias se articulam, o sentido do aprofundamento se refere às particularidades de uma área/disciplina, a qual pode emergir do próprio projeto em ação, propiciando a toda equipe envolvida a construção do conhecimento de maneira global, rompendo com as fronteiras das disciplinas. O aprendizado envolve emoção e razão no processo de reprodução e criação do conhecimento.
O aluno não tem tempo certo para aprender. Não existe data marcada para aprender. Ele aprende a toda hora e não apenas na sala de aula em uma determinada disciplina, essa aprendizagem é feita de forma continua na interação com os outros, embora adquira de forma individual, o conhecimento é uma totalidade. Um projeto é definido como satisfatório com base nas aprendizagens que proporciona aos seus alunos, não pela qualidade pontual de seu produto final.

Kátia Cristine Alves Gondim
Enviada em May 4 2010 11:42:43:000PM
“O professor que desperta entusiasmo em seus alunos conseguiu algo que nenhuma soma de métodos sistematizados, por mais corretos que sejam, pode obter”.
John Dewey
Percebemos que é impossível trabalhar isoladamente. Pois nenhum assunto pode ser tratado de forma fechada. É necessário a colaboração de todos os professores de diferentes áreas, podendo também ter a participação de profissionais de outras áreas fora do ambiente escolar (advogados, engenheiros, médicos). Como também exige um conhecimento aprofundado dos professores sobre suas disciplinas e de inter-relações com outras, para que o objetivo seja atingido.
Preconizando as idéias de John Dewey, de uma escola “ativa”, isto é, do realizar dentro da sala de aula o que se faz continuamente no ambiente natural verdadeiro. Ele também acreditava que só a inteligência dá ao homem a capacidade de modificar o ambiente a seu redor.
Vale lembrar que o trabalho com projetos exige um comprometimento sério do profissional envolvido, sempre com a intenção de criar ambientes de aprendizagem, onde se priorize o desenvolvimento de habilidades formando assim cidadãos críticos e instigando-os para a consciência de sua realidade cultural e social.

Josefa de Matos Sobrinha
Enviada em May 6 2010 10:16:39:000AM
Ao trabalhar com projeto didático é necessário um planejamento pedagógico meticuloso, no qual o professor será o mediador durante todo o desenvolvimento e prática do trabalho. Seu propósito é construir boas situações de aprendizagem, compartilhando com o aluno situações reais, dando-lhe oportunidade de serem co-responsáveis, com participação ativa em um trabalho coletivo.
Com o projeto os conteúdos programados são contextualizados em situações reais e concretas, não há compartimentalização de conhecimento, mas uma contribuição de diversas áreas do conhecimento o qual favorecem a compreensão dos múltiplos aspectos que compõem a realidade. Desse modo os conteúdos são trabalhados em torno de questões que permitem a sua ressignificação dentro do processo ensino-aprendizagem.

Mariza Mezabarba Vieira Fidelis
Enviada em May 6 2010 11:57:07:000PM
Ola Colegas!
Esse questionamento é importante para refletirmos, todo projeto é interdiciplinar? Descreva sua ideia Pensando em experiencias com projetos na sua escola, Será que teremos sucesso com projetos focado em uma so area do conhecimento?
Vamos participar.... esse momento é para troca de experiencias.
Abraços
Mariza

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Agendamento do encontro presencial do eixo 2: curriculo

Caro cursista:

Venho por meio deste comunicar que nosso curso tem como meta principal a elaboração e execução de um projeto inserindo as tecnologias ao curriculo, por isso a importancia do empenho na elaboração e execução do projeto. Lembro ainda que o proximo encontro presencial será desitinado a apresentação do projeto em slides, video ou outra forma a seu criterio.

Segue o crongrama do econtro presencial do eixo 2:

Cursistas da Escola Wilson Camargo: dia 10/05/10 das 13 as 15h para os cursistas que trabalham pela manha, das 15:15 as 17h para os cursistas que trabalham a tarde.

Cursistas da Escola Marechal Rondon: dia 10/05/10 das 19:30 as 22:30 para todos os cursistas.

Cursistas da Escola Alvares de Azevedo: das 14h as 17h para os cursistas que trabalham pela manha e a noite e das 19:30 as 22:30 para os cusistas que trabalham manha e tarde. Lembre-se os econtros presenciais sao de suma importancia para o bom andamento do curso a distancia.

Espero voce! Abraços Mariza

terça-feira, 4 de maio de 2010

Cronograma das atividades do eixo 2: Curriculo

PROINFO INTEGRADO Curso: Elaboração de Projetos (40h)
Eixo 2: Currículo
Obs.: todas essas atividades do eixo 2 estão disponíveis no blog: http://elaboracaodeprojetos40h.blogspot.com/
1ª Semana à distância Período – 06/05 a 12/05

Atividade 2.1
Os cursistas deverão compartilhar com os colegas da turma a proposta do projeto elaborada na atividade 1.6, para isso elaborar uma apresentação do projeto(a ser apresentada pelo grupo no 1º encontro presencial do eixo 2) .
Como fazer: 1. Organizar as apresentações usando os recursos da tecnologia, apresentação eletrônica (Power point), vídeos ou outros, prevendo o tempo de 10 minutos de apresentação para cada grupo; 2. Salvar a atividade com o nome do arquivo: ativ21apresProjetoseunome.3. Onde postar:
Postar o arquivo desta atividade na Biblioteca em Material do Aluno, tema: ativ 2.1, subtema: “Apresentação do Projeto”. onde postar: Biblioteca / Material do Aluno Titulo: o nome do projeto Tema:ativ 2.1 Subtema: "Apresentação do Projeto”.

“Cursista crie seu blog!
Todas as atividades podem ser postadas também em seu blog, não é obrigatório.”

Atividade 2.2
Momento para relato das dificuldades encontradas, as estratégias utilizadas e as conquistas, bem como as potencialidades evidenciadas na experiencia do desenvolvimento do Projeto em sala de aula.
Como fazer: Descrever sucintamente as questões que deseja compartilhar com seus comentários no Fórum “Projeto em ação”. Ler as descrições e comentários dos colegas, fazendo suas observações no sentido de contribuir para a análise da turma sobre as experiências particulares de realizar o Projeto de sala de aula.
Onde postar:
Fórum 1: “Projeto em ação”

2ª Semana à distância Período – 13/05 a 19/05
Atividade 2.3
Essa atividade propõe uma discussão no Fórum “ currículo e suas características” baseada na seguinte pergunta: Como se caracteriza o currículo que se desenvolve com o uso de computadores e Internet nas atividades de sala de aula?
Como fazer:
1. Refletir sobre a questão colocada;
2.Escrever suas considerações e compartilhar com os colegas no Fórum “Currículo e suas características”;
3. Ler as contribuições dos colegas colocando suas argumentações sobre a temática.
Onde postar:
Fórum 2: “Currículo e suas características”

Atividade 2.4
Os cursistas devem retomar a proposta do PITEC elaborada no eixo 1 e fazer uma analise sobre o andamento do projeto , utilizando o roteiro “analise do projeto na ação” disponível no ambiente em material do professor, no blog do curso e enviado por email para os cursistas.
Como fazer:
1. Analise e registre em texto os aspectos indicados conforme orientação em análise do projeto na ação;
2. Salvar a atividade com o nome do arquivo: e24analiseProjetoseunome;
3. Postar o arquivo desta atividade na Biblioteca em Material do Aluno Titulo: Análise do projeto_ nome do projeto, tema "Eixo2: Currículo", subtema “Análise do Projeto”.
Onde postar: Biblioteca: material do aluno Titulo: Análise do projeto_ nome do projeto Tema Ativ 2.4 Subtema “Análise do Projeto”.

3ª e 4 ª Semana à distância
Período – 20/05 a 04/06
Atividade 2.5
Nesta atividade cursista, você é convidado a participar do fórum de discussão “Cultura digital e currículo”, partindo de um depoimento da professora Léa Fagundes , na qual ela desafia a reflexão colocando a seguinte questão: Você educador, está pronto para a cultura digital? Disponível no ambiente, material do professor e no blog do curso.
Como fazer:
1. Refletir sobre a questão colocada;
2.Escrever suas considerações e compartilhar com os colegas no Fórum “Cultura Digital e Currículo”;
3. Ler as contribuições dos colegas e comentar as contribuições de pelo menos dois.
Links sugeridos:
Projetos educacionais realizados em escolas: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/link.html?categoria=15
Baú de projetos do Kidlink Brasil: http://wwwusers.rdc.puc-rio.br/kids/test/projetos.html Projetos: Coisas boas da minha terra e Coisas boas para minha terra: http://www.educarede.org.br/educa/index.cfm?id_comunidade=15
Projeto Gestão da Água Doce, desenvolvido na Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso, em Portugal: http://www.esec-povoa-lanhoso.rcts.pt/socrates/index.htm
Projeto mão na massa, em educação infantil: http://www.unipli.com.br/mestrado/ rempec/img/conteudo/3_com_a_mao_na_massa_na_medicao_da_terra.pdf Projeto agroecologia: http://www.agroecologiaemrede.org.br/upload/arquivos/ P325_2005-08-25_142702_445SNO.pdf Projeto Voo – BPF: http://voobpf.blogspot.com/
Onde postar:
Fórum 3: Podcast com Léa Fagundes “cultura digital e currículo”

Atividade 2.6
Como atividade final, partindo das leituras, debates, indagações, produções elaboradas, cada participante é convidado a revisitar suas experiências e aprendizagens acerca da temática desse Eixo de estudo. Este é um momento pessoal de registro do próprio processo de introspecção e as reflexões devem ser registradas no Diário de Bordo. A seguinte questão orientadora é apresentada para auxiliar o cursista nesta tarefa: O que aprendemos sobre currículo por projetos com o uso de tecnologias neste eixo?
Como fazer?
1.Acessar a ferramenta interação e no item Diário de Bordo;
2.Selecionar nova anotação; Digite sua reflexão sobre a questão colocada,
3.Escrever sua reflexão no espaço próprio do Diário de Bordo, e clique em incluir.
Onde postar:
Diário de bordo: reflexão sobre a aprendizagem

Bons estudos!

NTE/SEDUC/VHA – formadora da turma NTE-VHA-MARIZA-EP: Mariza M. Vieira Fidelis. Vilhena, maio 2010.
Blog do curso: http://elaboracaodeprojetos40h.blogspot.com/
Emails: marizalievha@gmail.com , Marisa_vha@hotmail.com
Fones: 33228865, 33227599, 99868177